top of page
  • Foto do escritorBLOG MÉTODO FOTOGRÁFICO

Quem sou eu?


Bom, falar de mim hoje em dia é coisa fácil de se fazer. Houve um tempo em que eu não sabia dizer quem eu era como pessoa e tinha medo de falar sobre meus defeitos. Porém, Deus me mostrou as grandes qualidades que moram aqui dentro e eu percebi, assim, que elas ultrapassam os defeitos, mesmo que as vezes eles queiram dominar o espaço.

Eu descobri que sou uma pessoa muito sorridente, é raro eu viver um dia sem sorrir. Isso me deixou contente, pois nunca quis ter uma vida pesada, nem viver desanimada.

Sou aquela que sempre vai escolher comer a sobremesa primeiro e que prefere ser convidada para um café do que para um jantar, mesmo que a comida seja meu amorzinho.

Sou uma mulher super matinal, rotineira e cheia de aplicativos de organização no celular. Acordo às 5h fácil, mas não me peça para dormir tarde, fico braba.

Sou sincera, verdadeira e organizada, corro atrás do que quero e não me envergonho de amar as pessoas. Agora vem o outro lado da moeda: sou nervosa, inquieta e impaciente, detesto esperar e me atrasar. Ah, e a fome me deixa furiosa, então, não tire minha comida.

Trabalho desde os 15 anos e posso dizer que já fiz de tudo para poder ter meu dinheiro sem depender dos outros. Meu primeiro trabalho foi em uma van escolar e, antes de entrar na fotografia, trabalhei como garçonete, sendo responsável pelo café da manhã de uma rede de hotel famosa da minha cidade. Entrava às 5hs da manhã e saía às 14h já atrasada para a aula, pois nessa época estudava fotografia à tarde.

Logo que o curso terminou, eu estava tão convicta do que eu queria, que comecei a largar currículos em todas as empresas de fotografia que tinham na cidade.

Quando fui chamada para trabalhar em um estúdio bem conhecido daqui, pedi demissão do hotel e fui com a cara e a coragem. RESULTADO: quebrei a cara em menos de 2 meses!

Não era nada do que eu imaginava, eu me sentia presa e com medo o tempo inteiro, eu não podia ser eu mesma e tinha que estar sempre agradando um ou outro para não ser mal vista.

Hoje, digo que algumas experiências lá dentro foram válidas e me ajudaram na hora de abrir minha própria empresa. E sim, dois meses é muito pouco para aprender alguma coisa, mas eu digo para vocês, eu fui metida e precisava tirar algo bom de tudo aquilo.

Em novembro faz 3 anos que eu criei a ALLM FOTOGRAFIAS e comecei a fazer minhas fotos. Foi fácil? Não, mas hoje continua não sendo fácil. Trabalhar com arte e começar uma empresa requer muito trabalho, nada cai do céu.

Resumi, basicamente, quem eu sou e tudo que fiz para viver da fotografia. Não desejo ser apenas uma fotógrafa, quero ser uma grande empreendedora, quero poder delegar, quero ver crescimento aqui. Mas enquanto isso não chega, continuamos na batalha, continuamos sonhando e buscando a realização.


Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais da minha vida.

Para ficar por dentro de tudo em tempo real, segue no instagram (AQUI)

interaja comigo nos comentários!

beijoos <3


Comments


bottom of page