top of page
  • Foto do escritorBLOG MÉTODO FOTOGRÁFICO

COMPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA

Toda foto tem que transmitir algo, um conceito, um sentido. Por isso, os elementos da cena precisam estar organizados para facilitar a percepção de quem a observa.

Uma boa composição tem clareza, um ponto central e um fundo que não desvia o olhar. É ela que torna, de fato, a fotografia mais atraente aos olhos.



LUZ E SOMBRA:

Luz é “apenas” um dos itens mais importantes da fotografia. Tão importante que existe um post especial ensinando tudo sobre a luz na fotografia. (LEIA AQUI)

Contudo, isso não significa que as sombras não tenham seu lugar ao sol.

Uma fotografia bem elaborada, com um bom enquadramento e a captura perfeita de uma sombra, traz um toque artístico e sentimental ao click.

Além de você poder brincar com as diversas luzes que temos disponíveis, como explicado no post mencionado acima, você também pode brincar e usar sua imaginação com as sombras. Basta se identificar e gostar.


CORES:

No post sobre luz, eu mencionei as temperaturas de cada iluminação, dependendo dos horários escolhidos para fotografar. Essa escolha vai interferir nas cores da sua fotografia de modo geral.

Se você quer fotos mais amareladas, a luz do sol pode te ajudar muito nisso, se usada no horário certo. A mesma coisa para fotos mais azuladas. Tudo vai depender do que você deseja passar através do seu click.

As cores se comunicam entre si e, se bem compostas na fotografia, você garante grandes resultados mesmo sem pós-produção.

Você conhece o círculo cromático?


Círculo cromático, como o próprio nome já diz, é um círculo composto por 12 cores simplificadas, que existem para te ajudar a fazer combinações e criar contrastes.

A primeira coisa que você precisa entender sobre o círculo é que ele se divide, basicamente, em duas escalas de cores, QUENTES E FRIAS.

As cores QUENTES são aquelas mais amareladas e avermelhadas, cores que remetem ao verão, por isso são chamadas assim.

Quando priorizamos as cores quentes na nossa fotografia, temos fotos mais alegres, com mais brilho e vitalidade. Cores quentes nos despertam sentimentos agradáveis.


As cores frias ficam no outro lado do círculo - são aquelas cores azuladas e verdes - que nos remetem ao aconchego, frio e água.

Quando escolhemos cores frias na nossa fotografia, ela tende a ser mais suave, com ar de calmaria. Como, por exemplo, o ensaios de parto, pois, além de combinar com ambiente, elas transmitem serenidade.


Dentro do círculo cromático temos as cores análogas, que são aquelas cores mais próximas umas das outras. As fotografias compostas por essas cores trazem um ar mais harmônico e se tornam agradáveis ao olhar de quem está vendo.

A parte que eu mais amo são as CORES COMPLEMENTARES, que são as cores opostas dentro do círculo. Como o VERDE E O VERMELHO, O LARANJA E O AZUL.

Essas cores, quando usadas juntas na fotografia, criam um grande contraste, deixando a foto muito mais atraente.


CENÁRIO E/OU OBJETOS:

Além de optar por uma tonalidade, precisamos ter cuidado na pré-produção do ensaio, pois é muito comum fotógrafos errarem na escolha do look/make, ou da locação.

É interessante fazer com que tudo esteja em comunhão e faça sentido. Ao compor um retrato, eu preciso pensar até no tom do batom da minha modelo, preciso saber se o fundo daquela foto vai ser coerente, mesmo que desfocado.

A pré-produção de um ensaio é ainda mais importante que a pós, porque é nesse momento que você vai definir como tudo será elaborado. A escolha do look precisa ser pensada junto com o ambiente e o estilo do ensaio.

O interessante da fotografia, além de ser criativo, é contar uma história, é dar sentido a uma imagem que você mesmo criou, então se atente aos detalhes.

A mesma coisa funciona com os objetos em cena. Por exemplo, você compôs uma foto de uma modelo linda, com um belo vestido vermelho, em uma locação de campo aberto. Em algum momento, você decide adicionar um elemento a mais nessa composição, para deixar a fotografia mais atrativa.

Qual elemento você usaria: UM RAMO DE FLORES OU UM TELEFONE ANTIGO?

Com certeza, se você deseja trazer sentido a esse ensaio, você colocaria o ramo de flores ou, até mesmo, um chapéu na mão da sua modelo, para dar referência ao campo.

Por mais que telefone antigo seja bonito, não combina com esse estilo de produção. Combinaria com uma proposta de ensaio mais vintage, em uma locação adequada.

Seja criativo, mas tenha coerência. Queira despertar interesse, não dúvida, nas pessoas.


PLANOS, ÂNGULOS E PADRÕES GEOMÉTRICOS:

-Regra dos Terços

Quando começamos na fotografia, tendemos a centralizar tudo, achamos que se está no meio da foto vai chamar mais atenção. MAS NÃO, a regra dos terços é uma regra de composição que deixa a sua foto mais cativante e direciona o olhar do espectador.

Divida o quadro como se fosse um jogo da velha e coloque o objeto principal da foto em qualquer um dos quatro pontos que a linha cruza, mantendo o objeto fora do centro.


-Linhas:

As linhas da fotografia não são definidas tão rigidamente como as linhas da geometria. Na fotografia, qualquer coisa que conecte duas partes de uma foto é uma linha. Elas podem dar profundidade e conteúdo para sua imagem.

Se usadas da maneira correta, as linhas são a direção do espectador, elas levam seu olhar ao ponto principal a ser mostrado.



- Framing – Enquadramento:

Você ainda não sabe enquadrar sua foto? E criar uma moldura natural?

Ao fotografarmos um objeto, estamos enquadrando uma porção daquilo que nossos olhos estão vendo. Por isso, você precisa prestar atenção no que está ao seu redor, como você pode adicionar uma moldura a sua foto.

Quando fazia curso de fotografia, meu professor fazia a gente fotografar portas e janelas para treinar framing. É isso que eu te aconselho a fazer: fotografe formas, teste seu olhar sobre as coisas. Comece com esses elementos que são mais simples e depois, quando estiver à vontade, use outras formas, como árvores e plantas, que trazem molduras incríveis.

Por fim, quando falamos em enquadramento, devemos pensar, também, nos elementos que compõe o nosso ensaio, para que eles sejam captados da melhor forma. Por exemplo, se você está usando flores ou brilhos no rosto da modelo - e quer que eles fiquem bem visíveis - o melhor enquadramento seria um close-up, ou até mesmo um plano detalhe (aquele usado exatamente para dar ênfase ao objeto).


CRIATIVIDADE:

Sei que falo muito sobre buscar inspirações no PINTEREST e nas redes, mas o mais gostoso de tudo isso é brincar com a imaginação e ser mais criativo. Desligar do celular e prestar atenção no que tem ao seu redor.

Aquele singelo momento em que você está dentro de um ônibus, olhando pela janela, e vê uma imensa árvore com flores amarelas. Sendo fotógrafo, você, inevitavelmente, começa a imaginar aquele contraste em uma foto. Esse tipo de cena me traz ideias de ensaios 100% das vezes.

Assistir a um filme e prestar atenção nos cenários e nas cores também é algo incrível para se fazer quando está buscando inspirações. É legal, também, ler um livro que você ama, começar a criar aquelas cenas descritas na sua mente e tentar compor um ensaio com essas informações.

De vez em quando, o famoso bloqueio criativo bate e nos sentimos perdidos, mas a melhor opção está aí. Busque inspirações em lugares diferentes, em artes diferentes. O mundo está cheio de expressões artísticas incríveis que vão te guiar e te ajudar a criar algo novo. Dessa forma, você vai conseguir desbloquear de vez, trazendo imagens inéditas para o seu portfólio.


Espero que vocês tenham gostado do conteúdo.

Para ver todas as fotos e conteúdos em primeira mão, segue no insta. (AQUI)

Comments


bottom of page